sexta-feira, 9 de março de 2018

Mostra da Nova Dramaturgia Piauiense - Teatro Torquato Neto - 22 de Fevereiro, 1, 8, 15 e 22 de Março


Mostra da Nova Dramaturgia Piauiense


Teresina sedia entre 22 de fevereiro e 15 de março a primeira edição da Mostra da Nova Dramaturgia Piauiense com a apresentação de cinco espetáculos com textos inéditos produzidos por autores(as) formados (as) sob a tutoria da dramaturga Ísis Baião, durante curso patrocinado pela Secretaria Estadual da Cultura - Secult. Ísis Baião também é a coordenadora geral do evento. Os espetáculos serão apresentados no Teatro Torquato Neto, no Clube dos Diários, sempre às quintas-feiras, a partir das 19 horas, com entrada gratuita.

As peças foram montadas a partir de textos originais e apresentam temas diversificados e atuais que misturam vão do drama ao humor. Já o objetivo principal da Mostra é apresentar um novo grupo de autores que vem investindo na produção de textos teatrais totalmente originais, além de incentivar a escrita teatral no Piauí.


Ewerton Moraes é o autor da primeira peça a ser apresentada no dia 22 de fevereiro,” #oamorquemsabe”, que tem como premissa discutir o uso das redes sociais e o amor, com direção de Edinho do Monte. Érica Fontes é a segunda autora a estrear na Mostra com o espetáculo “A professora que não matava ninguém”, que traz elenco local e direção de Maneco Nascimento, dia 01 de março. A peça seguinte, no dia 08 de março, é da autora Angely Costa, que apresenta “Dinheiro na mão é vendaval”, que tem um texto crítico e bem humorado sob a direção de Lari Sales. No dia 15 de março, a apresentação será da peça Os Asilados, da autora Samira Ramalho, que aborda questões sociais com muita ação, suspense, humor e recebe a direção de Cairo Brunno. No encerramento da Mostra, Larissa Gonzales apresenta seu texto na peça Nem Faraó dá jeito, como uma perspicaz crítica política carregada de humor, no dia 22 de março e direção de Siro Síris.

Programação:

22/02 - #oamorquemsabe
Autor: Ewerton Moraes


Faiga e João Danilo são dois amigos que já há cinco anos moram em Copacabana, Rio de Janeiro. No Rio, conseguem ascender profissionalmente. Ela como fisioterapeuta e cantora na noite; ele como artista plástico. Tem em comum e raro, algo que entre os jovens de hoje: fogem das redes sociais. Mas seus amigos, Pérola e Jimmy, amam viver conectados. Mais dois personagens animam essa história: Ricardo, músico e dono de uma floricultura; Francisco, jovem acaba de se apresentar no Teatro Municipal.

Dá pra viver sem redes sociais nos dias de hoje? E sem amor? Nossos personagens tentarão responder essas perguntas!

Elenco: Aracelya Jardiella, Cairo Brunno, Ayrton Freitas, João Cunha, Kaio César Vieira e Sandra Lima.

Direção: Edinho do Monte


01/03 – A professora que não matava ninguém

Autora: Érica Fontes

O espetáculo gira em torno da vida de Carlota, professora de teatro da Escola Nossa Ordem é o Progresso, que entra em conflito por se envolver com Beto, um de seus alunos, apesar de ser casada há dez anos com Cláudio. Durante os ensaios de uma peça intitulada “Assédio”, que conta com a participação de Beto e que encerrará o semestre letivo, Carlota vive momentos inquietantes e moralmente ambíguos, ao aproximar-se cada vez mais do aluno, o que faz com que ela se torne objeto de crítica de Marília, diretora da escola e de colegas. Carlota vê a vida real se misturar à ficção e quase enlouquece quando uma surpresa abala completamente sua vida.

Elenco: Cacau Vieira, Wilton Gutemberg, Ewerton Silva, Raylanne Leal, Édrian Santos, Camilla Clementino, Érica Fontes.

Direção Cênica, Sonoplastia, Iluminação: Maneco Nascimento


08/03 – Dinheiro na mão é vendaval

Autora: Angely Costa
Diretora: Lari Sales


15/03 – Os Asilados

Autora: Samira Ramalho

Uma casa velha em excelente localização, mas um obstáculo aos negócios imobiliários e às falcatruas do dono, o empresário Vivaldo. Ele precisa vender a casa e para isso precisa enfrentar os moradores: idosos que não têm para onde ir. Como nem tudo é o que parece nesta história,os idosos Iracema, Virgulina, Cabo Pinto e a administradora do local, Melânia, vão dar muito trabalho para Vivaldo e seu Assessor e colocar a todos em situações ridículas, e outras assustadoras, que acontecem na casa que mais parece ter vida e personalidade próprias. Todos estão muito determinados em seus objetivos, mas também muito desesperados. Realmente asilados!

Diretor: Cairo Brunno

Elenco: Preta Gil, Sandra Lima, Francisco Machado, Ryan Magno, Anderson Reis, Samuel Morais, João Cunha, Zélia Golik e Thátila Porto.


22/03 – Nem Faraó dá jeito

Autora: Larissa Gonzales

Diretor: Siro Síris

Seja o primeiro a comentar.

Postar um comentário