sábado, 2 de setembro de 2017

11ª Primavera dos Museus - Museu do Piauí - 20 a 22 de Setembro



Museu do Piauí resgata memórias dos visitantes durante 11ª Primavera dos Museus

Todos os objetos presentes num museu carregam um pouco da história e das memórias de quem viveu aquele tempo. No Museu do Piauí – Casa de Odilon Nunes (MuP) não é muito diferente e, durante a 11ª Primavera dos Museus, de 20 a 22 de setembro, muitas memórias virão à tona, através de uma viagem ao passado, contada por fotografias, objetos e depoimentos de pessoas que já passaram pelo museu e, por algum motivo, se identificaram com algo presente no seu acervo.
“Museus e suas memórias” é o tema desta edição da Primavera dos Museus, que envolve mais de 900 museus de todo o país. No MuP, a programação começa na quarta-feira (20), a partir das 9h. Ainda pela manhã, haverá o lançamento do documentário “Um rio de Memórias: Vivências no Museu do Piauí”. A professora que integra o Programa Educativo do Museu, Elaini Pacheco, explica que o documentário apresenta o museu a partir das memórias e lembranças daqueles que já passaram pela casa e viveram alguma experiência no local.

“Há relatos de pessoas que já trabalharam no museu, além de algumas histórias bem inusitadas. O museu é revelado de uma forma mais poética. Junto com as falas das pessoas são mostradas imagens do espaço. O documentário mostra ainda a conexão entre a história dos objetos e as pessoas que visitam a casa”, explica Elaine, que participou da produção e direção do documentário.

Seguindo o mesmo tema, a partir das 10h, acontecerá a abertura da instalação “O Museu e um Rio de Memórias”, também desenvolvido pelo Programa Educativo do MuP. A instalação/exposição obedece à risca o seu nome e conta um pouco da história do Rio Parnaíba, quando ainda era uma importante rota de navegação.

“Vamos contar um pouco da história da Companhia de Navegação a vapor do Parnaíba, criada em 1858. Para isso, será exposta uma miniatura (réplica) dos barcos deste período, além dos objetos que eram transportados por estas embarcações”, explica o professor de filosofia, James Wagner, que também integra a equipe do Programa Educativo do Museu do Piauí.

Ele diz ainda que a instalação – que permanece aberta à visitação até o final de setembro – vai reunir fotografias deste período, além de outros objetos que remetem à história do rio. “Também teremos uma mesa que ficava dentro desses barcos e que faz parte do acervo do museu. A instalação fala por si e dá o tom poético à história, trazendo essa memória do rio, que perdeu um pouco sua importância e a forma como se relaciona com as pessoas. Hoje não se vê mais as lavadeiras. Se perdeu a poesia do olhar”, completa.

Na quinta-feira (21), haverá visita monitorada a partir das 9h. À tarde, tem exibição do documentário e a aula temática “O Museu como espaço de Memória”. Na sexta-feira (22), a programação se repete das 9h às 17h.

“Todos os anos o Museu do Piauí participa da Primavera dos Museus. Neste ano, o evento traz um tema que resgata as experiências vivenciadas por quem já passou pelo museu do Piauí. Nossa programação começa na quarta-feira (20) e se estende até a sexta (22). Não deixem de participar”, afirma a coordenadora do Museu do Piauí – Casa de Odilon Nunes (MuP), Dora Medeiros.

O Museu funciona de segunda a quinta-feira, das 8h às 17h, e aos sábados e domingos, de 8h às 12h.

Seja o primeiro a comentar.

Postar um comentário