quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Projeto Curtas The - Documentário: Maria da Inglaterra - "Mulher Cabra-Macho"



Maria da Inglaterra é um dos maiores ícones da cultura popular piauiense, e nada mais justo que um registro de todo seu legado como cantora, além de exalar o típico regionalismo nordestino. Foi dai que nasceu a ideia do documentário “Maria da Inglaterra: mulher cabra-macho”, idealizado pelo jornalista Patrício Lima, ainda como trabalho de conclusão de curso. O projeto virou realidade e já está disponível para visualização na internet através do Youtube, em qualidade High Definition (HD).

foto: Maurício Pokemon

O documentário traz entrevistados que fizeram e fazem parte da vida musical e profissional de Maria da Inglaterra, que também conta com suas palavras momentos marcantes da carreira. Como o dia em que a cantora decidiu começar a cantar, seus primeiros festivais, sua participação no Faustão e a perda de seu marido e parceiro Otacílio. Entre os entrevistados estão presentes o humorista João Cláudio Moreno, Lázaro do Piauí, Cineas Santos, José Dantas, Júlio Medeiros, e a cantora Patrícia Mellodi.

Segundo o jornalista Patrício Lima o documentário não é apenas um resumo da vida de Maria da Inglaterra, mas também um resgate da cultura piauiense, e como ícone a cantora piauiense. “Mulher Cabra-Macho resgatou alguns registros de grande importância na vida da cantora, como sua participação ainda jovem ao lado de seu marido Otacílio no filme “Laço de Fita (1972)”, além de sua participação no Itaú Cultural, onde foi destaque em grande show em São Paulo. O Teatro 4 de Setembro como locação da entrevista de Maria foi providencial, por ser praticamente sua segunda casa, onde entoou seus primeiros versos em público e mostrou todo seu talento”, afirmou.

Outra novidade é que em breve o documentário ganhará tradução simultânea em outros idiomas como inglês, espanhol, francês e italiano. A proposta é expandir e fazer o intercâmbio da história de Maria para o público de outros países, que tem interesse nesse tipo de conteúdo.

O média-metragem de quase 30 minutos de duração teve orientação da professora-mestre e jornalista Luciana Chagas, imagens e edição de Pedro Mendes Júnior, além da participação dos fotógrafos Moisés Saba e Maurício Pokémon nas imagens de apoio e fotografia.

Seja o primeiro a comentar.

Postar um comentário