Pesquisar neste blog

Grupo no Facebook               Grupo no Telegram               Grupos no Whatsapp

domingo, 1 de abril de 2018

16ª Semana dos Povos Indígenas - Museu do Piauí - 12 a 19 de abril


Museu do Piauí realiza 16ª Semana dos Povos Indígenas

O Museu do Piauí – Casa de Odilon Nunes realiza de 12 a 19 de abril a 16ª Semana dos Povos Indígenas. A programação começa na quinta-feira (12), a partir das 8h, com abertura da exposição “Grafismos étnico-urbanos”, que reúne trabalhos de vários artistas, como Aretusa Bispo, Dora Parentes, Jimmy Presley, entre outros. A exposição vai reunir produções artísticas com o olhar urbano sobre a diversidade cultural dos povos indígenas.

Ainda pela manhã, o Museu realiza o “Ritual do Toré” e em seguida tem a palestra “Vozes ancestrais: conversas sobre a cultura dos povos indígenas”, ministrada pelo Pós-doutor Daniel Munduruku. A partir das 14h30 tem a II Conferência Nacional de Educação indígena. No final da tarde acontece mais um Ritual do Toré e outras manifestações da cultura indígena.

O evento vai contar com a presença de lideranças indígenas piauienses, incluindo os Tabajaras, de Piripiri, Canto da Várzea e Lagoa do São Francisco, e os Kariris, de Queimada Nova.

Na sexta-feira (13), acontecem as visitas mediadas à exposição, das 8 às 12h. A partir das 9h tem a mesa temática: Povos Indígenas do Piauí e o processo emancipatório pela conquista de seus direitos. À tarde, a partir das 14h, tem a palestra “Etnicidade e Resistência dos Povos Indígenas do Piauí”, com a professora Dra. Claudete Dias. No sábado e domingo tem visita à exposição, das 8 às 12h.

A programação será retomada na próxima terça-feira (17). A partir das 9h tem a palestra “Historiando com os Povos Indígenas do Piauí: descolonizando a história”, com a professora Dra. Joian Borges (Ufpi). A partir das 14h tem Cine Museu.

Na quarta, 18 de abril, a partir das 9 horas tem a palestra “Identidade e Processo Emancipatório Indígena: Saúde Diferenciada”, com a prof. Dra Laureni Dantas de França (Ufpi/Uninovafapi) e com o Indígena Guajajara, Raimar Pompeu.

A Semana segue até quinta-feira (19), data em que é comemorado o Dia do Índio. A partir das 8h30 tem a palestra “Museu da Comunidade Indígena de Nazaré em Lagoa do São Francisco/Piauí: a cerâmica como patrimônio cultural”, com os acadêmicos Pedro Victor e Dinayana Nascimento Tabajara. Em seguida tem a performance poética “Mas agora eles só tem o dia 19 de abril”, com a atriz Tércia Maria.

A partir das 10h tem o espetáculo de dança Tremembés, com alunos da Escola Estadual de Dança Lenir Argento e coreografia de Datan Izaká. A programação será encerrada à tarde, quando acontece o “Cajuína no Museu”, com a artista visual Mika, convidada para esta edição do projeto.

Veja a programação completa:

Quinta-feira – 12 de Abril:

8h – Abertura Oficial

8h15 – Abertura da Exposição “Grafismos étnico- urbanos”

Artistas: Aretusa Bispo, Dora Parentes, Evaldo Oliveira, Eliana Secreta, Jimmy Presley, Mika, Lucas Martins, Portelada e Stênio Ferreira;

8h30 – Ritual do Toré. Coffee break

9h – Palestra: Vozes ancestrais: conversas sobre a cultura dos povos indígenas. Ministrante: Pós-doutor Daniel Munduruku

14h30 – II Conferência Nacional de Educação Indígena – Território Etnoeducacional Potiro: apresentação dos resultados. Delegados da Conferência: Maria Francisca Pereira Ferreira (Kariri), Prof.ª Maria da Conceição de Araújo (Tabajara Itamaraty), Cícero Dias (Tabajara Ipy), Joselane Dias Pereira, Prof.ª Rita Pires Veloso (SEDUC), Prof.ª Doutora Laureni Dantas de França (UFPI)

Facilitadora: Dora Medeiros (Historiadora, Diretora do Museu do Piauí);

17h – Ritual do Toré e manifestações culturais;

Sexta-feira – 13 de Abril :

8h às 12h – visita mediada à exposição;

9h – Mesa temática: Povos indígenas do Piauí e o processo emancipatório pela conquista dos seus direitos. GT Governamental Indígena: SUPRES / SEDUC / SESAPI / SECULT / INTERPI / EMATER / INCRA/ UESPI / Lideranças indígenas. Facilitadora: Núbia Lopes ( Superintendente da SUPRES)
14h – Palestra: “Etnicidade e Resistência dos Povos Indígenas do Piauí”. Lançamento dos Livros: História dos Índios do Piauí e O Piauí que o Brasil quer Ver. Professora Dra. Claudete Dias.

17h – Manifestações Culturais;

Sábado e domingo – 14 de 15 de Abril:

8h às 12h: visita mediada à exposição.

Terça-feira -17 de Abril:

8h às 12h – Visita mediada à exposição

9h – Palestra “Historiando com os Povos Indígenas do Piauí: Descolonizando a história”. Professora Dra. Joina Borges (UFPI);

14h – Cine Museu ;

Quarta-feira – 18 de Abril:

9h – Palestra “Identidade e Processo Emancipatório Indígena: Saúde Diferenciada”. Profª. Doutora Laureni Dantas de França (UFPI/NOVAFAPI), Raimar Pompeu (Indígena Guajajara);

14h30 – Cine Museu;

Quinta-feira – 19 de abril – Dia do Índio:

8h às 12h – visita mediada à exposição;

8h30 – Palestra: Museu da Comunidade Indígena de Nazaré em Lagoa de São Francisco / Piauí: A cerâmica como Patrimônio cultural. Palestrantes: Acadêmico Pedro Victor e Dinayana Nascimento Tabajara;

9h40 – Performance poética “Mas agora eles só têm o dia 19 de abril”, com a atriz Tércia Maria;

10h – Espetáculo de dança TREMEMBÉS – Experimento 1. Coreografia de Datan Izaká. Escola Estadual de Dança Lenir Argento;
14h30 – Cajuína no Museu com a convidada Mika (Artista visual). Programa Educativo do Museu do Piauí.

Seja o primeiro a comentar.

Postar um comentário