quinta-feira, 1 de setembro de 2016

9º Exposição Anual dos Artistas Plásticos - SESC Unidade Campos Sales - 7 a 30 de Setembro

Clique para ampliar a imagem

Período de 7 a 30 de Setembro 
Local: SESC Administração Regional.
Espaço Cultural Cosme de Oliveira 
Funcionamento de 8h as 12h e das 14h as 17k
Contato para outras informações:
9993 43400 / 99934 3400 / 99442 6752  (Reisinha Barbosa)

98889 1359  (Stênio Ferreira)



A UAPPI- União dos Artistas Plásticos do Estado do Piauí oferece com essa exposição, um passeio pela síntese de seus artistas com pinturas, gravura e instalações criativas e interativas. Os seus artistas já percorreram por diversas fases de suas obras, imprimindo sempre uma forte identidade de tudo aquilo que certifica a cultura piauiense. A exposição ”De Pernas pro ar” ficara no registro da memória do povo piauiense e na lista dos grandes eventos artístico e cultural de nossa cidade.

DE PERNAS PRO AR

Chegamos à nossa nona exposição anual. São nove anos de caminhada com trocas de ideias, experiências, palestras, exposições, discordâncias e sintonias. Separados em nossa liberdade criativa, mas juntos em nosso respeito uns aos outros, sentimos que ainda há muito a percorrer. Poderíamos dizer que chegamos ao equilíbrio, a uma maior organização, a uma harmonia? Não! Nesse ponto da caminhada estamos de pernas pro ar. Refazendo, reinventando, reavaliando nossas crenças e projetos no cultivo da criatividade artística que, por essência, necessita constantemente se reinventar. É de pernas pro ar que novas perspectivas se anunciam. Propondo instalações, assemblages, pinturas, esculturas e desenhos de ponta cabeça, dentro ou fora de qualquer ordem, invertemos nossos olhares e, quiçá, do público.

Estar de pernas pro ar nos auxilia em nossa subjetivação como seres em construção, nos possibilita estar prenhes de possibilidades para rever posições estéticas e ideológicas e decidir seguir em frente, voltar ou mudar, pois que a liberdade que cultivamos não se sintoniza com imposições de qualquer natureza. Podemos mudar, podemos permanecer como estamos, podemos nos reaproximar de posturas do passado, mas qualquer que seja a direção, sentimos que é preciso primeiro ficar de pernas pro ar. É de pernas pro ar que questionamos se há certo ou errado no fazer e vivenciar da Arte e buscamos nossas respostas individuais e coletivas.

E é de pernas pro ar que convidamos o público a refletir, conversar, pesquisar e vivenciar nossa nona exposição. Entrem e, por favor, reparem na bagunça!


Seja o primeiro a comentar.

Postar um comentário