terça-feira, 1 de março de 2016

Projeto Circula Harém - locais no texto - 6 a 9 de Abril

foto: Margareth Leite
PROJETO CIRCULA HARÉM

O Grupo Harém de Teatro dar início ao PROJETO CIRCULA HARÉM, em comemoração aos 20 anos de Palcos Lusófono, celebrados entre o Grupo Harém e o Teatro de Portugal (1996-2016), com a apresentações dos espetáculos: ABRIGO SÃO LOUCAS, de Arimatan Martins E UM BICO PARA VELHOS PALHAÇOS, de Matéi Visniec.

AGENDA

Dias 06 e 07 de abril – 20:00 – UMA BICO PARA VELHOS PALHAÇOS – Theatro 4 de Setembro – Teresina – Piauí –Brasil
R$ 5,00 e R$ 10,00

Dias 08 e 09 de abril – 20:00h – ABRIGO SÃO LOUCAS – Teatro Torquato Neto – Teresina – Piauí – Brasil
R$ 5,00 e R$ 10,00 


Dia 23 de abril – 21:30 – ABRIGO SÃO LOUCAS - Casa de Teatro de Sintra – Sintra – Portugal

Dia 28 de abril – 21:45 – UM BICO PARA VELHOS PALHAÇOS- Teatro Da Quinta da Caverneira – Porto – Portugal

Dia 30 de abril – 21:45 – UM BICO PARA VELHOS PALHAÇOS- Teatro Estúdio António Assunção – Almada – Portugal

Dia 03 de maio – 21:45 – ABRIGO PARA VELHOS PALHAÇOS – Teatro A BARRACA – Lisboa - Portugal

O PROJETO CIRCULA HARÉM  com o apoio do Governo do Estado do Piauí, Emenda Parlamentar Deputado Robert Rios), Secretaria de Estado da Cultura do Piauí, Prefeitura Municipal de Teresina e Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves.


foto: Margareth Leite

Sinopse

Abrigo São Loucas

É um texto que repercute o desenredo de três Marias (Maria de Castro, Maria Fernanda e Maria Francisca) que revivem as memórias de tempos áureos (à sombra das administrações de seus maridos, chefes do poder executivo local), enquanto preparam o primeiro encontro de ex-primeiras damas. O texto tragicômico, não só é inteligente, mas venal quando o assunto é político para refletir os velhos costumes da sociedade brasileira de política fisiológica, nepótica e de cultura de prevaricação.

A peça é de entretenimento e crítica reflexiva ilustrada à cena distanciada, sendo de linguagem de comédia política absurda e é um inventário popular da política piauiense, que não deixa de ser a brasileira, nos últimos 50 anos, onde espectadores identificarão situações vividas pela sociedade.

Da Trilogia hareniana, que foi iniciada com “Macacos me Mordam – A Comédia”, que discutia arte e ciência, e encerrará com “A Revolta das Barbies”, voltada para arte e comportamento, com estreia prevista para 2014.

Um bico para velhos palhaços

uma peça que aborda o tema da competição feroz entre as pessoas e também as condições em que vivem os idosos na nossa sociedade. Uma proposta de reflexão às gerações futuras.

Na peça, respondendo a um anúncio, três velhos palhaços reencontram-se numa sala para serem recebidos em audição. Esperam conseguir uma oportunidade de emprego temporário. Enquanto aguardam, relembram o seu velho passado, recheado de momentos de humor e sarcasmo.

Seja o primeiro a comentar.

Postar um comentário