domingo, 28 de fevereiro de 2016

Lançamento do livro "Misteriosamente" - de Eduarda Eduardo - Theatro 4 de Setembro - 3 de Março



Advogada Eduarda Eduardo lança “Misteriosamente - poemas e canções”

Amanhã (03), a partir das 19h no Teatro 4 de Setembro, a advogada e Conselheira Federal da OAB, Eduarda Eduardo participará, pela primeira vez, do tradicional Show das Mulheres, realizado para homenagear as mulheres piauienses. Na oportunidade ela lançará seu primeiro livro, intitulado “Misteriosamente - poemas e canções”. O evento acontece no espaço literário Genu Moraes.

O livro reúne 80 trabalhos, sendo 50 poemas escritos em diferentes momentos de sua vida e 30 canções de sua autoria, compostas no piano e violão. Segundo a escritora, a obra está pronta desde 2015, época em que foi lançada na cidade de Maceió, durante a 1ª Conferência Nacional da Mulher Advogada. “Logo que finalizei o livro, surgiu a oportunidade de lançá-lo em âmbito nacional e com uma simbologia imensa, já que este foi o primeiro evento dessa natureza em 85 anos da Ordem”, explicou.

O livro traz ilustrações do pintor piauiense Hostyano Machado, e conta ainda com a colaboração do advogado e escritor Cesar Brito e do diagramador Marcos Pe. O Show das Mulheres é uma realização do Governo do Estado por meio da Secretaria de Estado de Cultura do Piauí (Secult). O ingresso pode ser trocado, na bilheteria do Theatro 4 de Setembro, por leite em pó ou fraldas descartáveis.

Biografia

Eduarda Mourão Eduardo Pereira de Miranda, nome artístico Eduarda Eduardo. Nascida em 29 de dezembro de 1963, em Pedro II, no município serrano do Piauí. Casada com Paulo Henrique e mãe de Paulo Henrique Filho e Carolina. Desde criança manifestou um grande interesse por música e poesia, despertando com a adolescência quando passou a escrever seus primeiros versos.

Aprendeu a tocar de ouvido violão e piano, aumentando ainda mais seu interesse pela arte de compor, influenciada pelo seu pai, José Eduardo Pereira, advogado e jornalista, compositor da canção "Vagalume", em homenagem à Teresina, e ainda, seu avô paterno, João Eduardo Pereira, maestro paraibano autor de um vasto acervo de músicas folclóricas e sacras, influência presente também em muitos de seus familiares, a exemplo de sua irmã caçula, Myriam Eduardo, cantora profissional, de tias, primos e parentes. Aos 16 anos compôs sua primeira música no violão, e desde então, outras composições foram acontecendo. No período escolar, estudou no Colégio das Irmãs, em Teresina, onde participou de muitas atividades extracurriculares como integrante do Coral do Colégio, time de basquete feminino e de grupos de ações sociais e literárias. Foi bolsista do Rotary Internacional Youth Exchange Program, no Estado de Indiana, Estados Unidos, em 1981.

Graduou-se em Direito pela Universidade Federal do Piauí, em 1987, onde participou ativamente dos movimentos estudantis, como Diretora do Centro Acadêmico de Direito. Trabalhou no ramo de paisagismo com sua mãe, Miriam. Após concluir seu bacharelado em Direito e ingressar na OAB/PI, passou a exercer a advocacia com seu pai e irmãos José Eduardo Filho e Roselisa, fundando uma das primeiras sociedades de advogados do Piauí. Ocupou alguns cargos e funções públicas voltadas ao assessoramento jurídico, mas tem sido na advocacia privada a sua identificação profissional maior. A autora reside em Teresina, onde é advogada atuante nas áreas trabalhistas, civil, empresarial e internacional, na qual é pós-graduada, com experiência em mesas de negociação voltadas ao comércio internacional. Também participa ativamente de política de classe, tendo ocupado o cargo de Diretora de Benefícios da Caixa de Assistência dos Advogados do Piauí (CAAPI), onde, posteriormente, exerceu por dois mandatos consecutivos o cargo de presidente. Por último foi eleita vice-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Piauí. Integrante da Comissão de Relações Internacionais e da Comissão Nacional da Mulher Advogada, ambas do Conselho Federal da OAB. Em 2016, foi empossada Conselheira Federal da OAB, representando o estado do Piauí. Eduarda é ativa defensora dos Direitos das mulheres. Tem artigos publicados e profere palestras sobre os mais variados temas do Direito. A autora teve algumas canções gravas no CD "Sentidos", da cantora Myriam Eduardo (1996) e no CD "Eu também canto" de seu primo Thiago Sandres (2001).

“Misteriosamente” é a sua primeira obra literária publicada.

Seja o primeiro a comentar.

Postar um comentário