segunda-feira, 10 de março de 2014

Cine Doroteu - Sem Escalas

SEM ESCALAS * * *
[Non-Stop, EUA/FRA, 2014]
Ação
106 min

É difícil acreditar no roteiro desse suspense de ação com Liam Neeson, digo logo. Fora isso, o filme funciona muitíssimo bem. Pelo menos traz uma pegada nova ao desgastado filão das fitas com sequestros de avião.

Dessa vez, ficamos querendo adivinhar quem seria o vilão, sobretudo quando é o próprio herói o responsável pelas mortes que acontecem a cada cinco minutos dentro da aeronave. Como assim?

Trata-se da grande sacada do plot, e esse twist da expectativa assim de cara faz diferença. Ora, na era dos reboots, do “colapso das ideias”, da televisão pegando as grandes histórias, qualquer novidade é manchete – mesmo que ela não se sustente.


Neeson já havia trabalhado com o diretor espanhol Jaume Collet-Serra no “marromeno” “Desconhecido”, de 2011, e já preparam outro filme para o disputadíssimo ano [de] 2015. O ator seria a melhor versão do action man maduro hoje em dia? O com melhor cérebro, arrisco dizer apenas. A franquia [hum...] “Busca Implacável” não me deixa mentir: Liam Neeson é quase um MacGyver [ou um John McClane ou um Jason Bourne] aposentado ou prestes a.

No elenco, Julianne Moore é a distração, assim como a recém-indicada ao Oscar por “12 Anos de Escravidão” Lupita Nyong’o e Corey Stoll, o Peter Russo de “House of Cards”. Das tantas para lá, é só apertar o cinto e afrouxar o cérebro. Não tem erro.

Péssimo * Desastre * ½ Fraco * * Assistível * * ½ Bom * * * Acima da média * * * ½ Ótimo * * * * Quase lá * * * * ½ Excelente * * * * *


Monteiro Jr.


Seja o primeiro a comentar.

Postar um comentário